activeCollab 1.0 Beta

Uma nova versão do sistema de gerenciamento de projetos e colaboração online, activeCollab está quase pronta. O sistema vai pular da versão 0.7.1 para a 1.0, significando mais estabilidade e novas ferramentas para os usuários. O melhor de tudo isso é que a ferramenta vai continuar sendo Open Source!

Para as pessoas que tiverem interesse em testar o sistema, as inscrições para avaliar e utilizar a versão beta infelizmente já acabaram, então agora a única solução é esperar. Mas pela lista de novidades publicada pela equipe de desenvolvimento do activeCollab, essa espera será recompensada.

Entre as novidades que a equipe destaca, está o NOVO SISTEMA DE PERMISSÕES para os projetos. Na versão 0.7.1 existiam apenas três níveis de permissão para os participantes de um projeto, que seriam:

  • Gerente de projeto com permissões de administrador
  • Gerente de projeto sem permissões de administrador
  • Membros de empresas participantes (Usuários simples)

Segundo relatos no Blog do activeCollab, esse sistema funciona na maioria das vezes, mas em algumas situações a sua falta de flexibilidade gerava alguns problemas na gestão dos projetos, principalmente porque não era possível permitir que as empresas participantes do projeto, iniciem seus próprios projetos sem atribuir o nível de administrador aos seus usuários.
Agora na versão 1.0, as permissões para os usuários estão mais flexíveis e foram ampliados os níveis de privilégios e funções no sistema. Os usuários agora foram divididos em dois grupos, que representam:

  • Membros da empresa gestora do projeto
  • Membros das empresas participantes do projeto

Todos os usuários participantes da categoria “Membros da empresa gestora”, possuem as seguintes funções definidas no sistema:

  • Administrador
  • Gerente de Projeto
  • Participante do projeto
  • Funcionário

Todas essas funções já acompanham permissões e restrições definidas no sistema, como por exemplo, os gerentes de projeto não têm acesso às funções administrativas, mas podem iniciar novos projetos no sistema.
Apesar de possuir essas funções já configuradas no sistema, agora é possível criar novas funções no painel de administração do activeCollab, para que qualquer empresa possa criar uma função específica ainda não disponível.

Pelo visto o novo sistema promete muitas melhorias, inclusive a equipe de desenvolvimento está desafiando qualquer pessoa a encontrar falhas no código, isso devido a certeza que eles têm em relação à qualidade e desempenho dessa nova versão.

Assim que a nova versão for lançada, publico uma análise detalhada da versão 1.0.

Fonte: http://www.activecollab.com/blog/

Modelo dos 3C de colaboração

Você já se perguntou quais os requisitos necessários para que exista a colaboração em equipes virtuais? Encontrar um modelo para a colaboração é geralmente tema de vários artigos científicos e trabalhos acadêmicos. Um modelo de colaboração abordado com freqüência em vários desses artigos é o chamado Modelo dos 3C, que determina os requisitos necessários para que possa existir uma colaboração efetiva, entre membros de uma equipe, seja ela virtual ou não. O modelo explica que as pessoas precisam Comunicar, Coordenar e Cooperar para que exista a colaboração.

O modelo é simples e descreve com eficiência as necessidades básicas de um ambiente colaborativo. Esse modelo inclusive pode ser utilizado para avaliar os sistemas de colaboração existentes no mercado. Caso você precise escolher uma ferramenta de colaboração virtual para a sua empresa ou projeto, utilize esse modelo para saber se o sistema atenderá as suas necessidades.

Modelo dos 3C para colaboração

O primeiro ponto a analisar está relacionado à comunicação entre os membros da equipe. Quais as ferramentas de comunicação disponíveis no sistema? Claro que esse é um fator importante quando o assunto é trabalho em equipe. Imagine como duas ou mais pessoas editando um mesmo arquivo podem chegar a conclusões mais rápidas, quando as mesmas podem discutir em tempo real via chat ou videoconferência.

O gerenciamento da equipe é outro fator muito importante, já que é necessário estipular prazos e agendar tarefas para alguns membros do projeto. Aqui entra em questão se o sistema oferece algum tipo de opção para gerenciar a atividade da equipe, como agendamentos e gestão de tarefas.

Por último você deve analisar quais as ferramentas o sistema dispõe para a cooperação de tarefas. Caso dois ou mais participantes da equipe precisem editar arquivos ou documentos ao mesmo tempo, como o sistema gerencia isso? Uma nova versão é criada? Apenas um usuário pode editar o arquivo?

Então agora sempre que for necessário avaliar se um sistema online é suficiente para os propósitos do seu projeto, utilize o modelo dos 3C para analisar os recursos e decidir se o sistema atende as suas necessidades.

Gerenciamento de projetos a distância

Um dos recentes desafios para a execução de projetos a distância consiste na escolha da ferramenta correta para acompanhamento desse projeto. Hoje existem várias opções disponíveis para esse tipo de tarefa. Nas minhas pesquisas identifiquei duas ferramentas que merecem destaque, pela facilidade de uso e baixo investimento inicial. As ferramentas são o Basecamp e o ActiveCollab, que são respectivamente um sistema proprietário e outro baseado em código aberto.

Esse artigo faz uma comparação rápida entre o Basecamp e o ActiveCollab, mas para todos os fins já posso passar as minhas impressões que para projetos que envolvem muitos usuários e uma quantidade grande de informações os planos pagos do Basecamp podem ser uma vantagem.

Estou instalando uma versão do ActiveCollab no meu outro blog para gerenciar alguns dos meus projetos. Como a ferramenta é baseada em software livre, posso instalar livremente no meu servidor para acompanhar os meus projetos.

Assim que eu tiver uma impressão mais detalhada da ferramenta, publico um guia mais detalhado com análises comparativas.