Sloodle: União entre o Moodle e o Second Life?

Usar ambientes virtuais para prover educação online é uma das últimas tendências na educação a distância. Um dos problemas associados a esse tipo de ambiente é a falta de integração com um robusto LMS, para que seja possível integrar as atividades síncronas e assíncronas. Como a interação em ambientes virtuais é realizada de maneira síncrona, na maioria das vezes, o professor acaba tendo que estar sempre presente nas interações. Mas e se fosse possível integrar o Moodle com o Second Life?

Essa é a proposta do projeto Sloodle, que está desenvolvendo um módulo especial que fará a integração entre o ambiente do Second Life e do Moodle. Isso seria fantástico para a administração e planejamento das interações dos alunos.

Sloodle - Second Life e Moodle

Pela descrição existente no web site do projeto é possível ter uma idéia sobre como essa integração acontece. Imagine um aluno que participa de um curso, participando de uma palestra virtual no Second Life, fazendo perguntas e interagindo com o palestrante e os outros colegas. Tudo isso via chat. Com a integração dos sistemas, esse tipo de registro pode fazer parte dos logs de uma disciplina/curso no moodle, pata que o tutor possa avaliar e acompanhar o aluno.

Além do registro das atividades do Second Life no Moodle é possível transformar algumas atividades do Moodle, como os blocos, em elementos virtuais do Second Life. Isso trás um novo nível de interação, para as pessoas que acham o ambiente do Moodle um pouco monótono. Aqui temos que levar em consideração que muitas das coisas do Second Life são pagas, então a instituição de ensino ou empresa que estiver disposta a investir nesse tipo de iniciativa, deve se preparar para ter um investimento extra.

Mesmo que a sua instituição de ensino não tenha pretensões de investir em ambientes 3D, fazer uma visita ao web site do projeto é interessante. Até porque ele é construído na plataforma Moodle, de maneira semelhante a um curso.

Como o futuro da educação a distância pode estar nesses ambientes de realidade virtual, esse tipo de iniciativa pioneira pode nos preparar para algo que pensávamos estar ainda muito distante. Se você trabalha com o Moodle vale muito a pena a visita ao Sloodle.

Nota: O nome Sloodle é um acrônimo modificado do moodle para Second Life Object-Oriented Distribued Learning Environment.

Mais um LMS chamado Inquisiq EX

Sempre é interessante conhecer novas opções relacionadas ao mercado de LMS, para utilizar em projetos de ensino a distância. Apesar do quase domínio do Moodle em nossas instituições ainda existe espaço para outros gerenciadores de cursos a distância. Algumas instituições de ensino ainda utilizam o BlackBoard como LMS, mas estão aos poucos migrando para o Moodle. Por quê? Bem, a resposta está diretamente relacionada ao custo, já que o Moodle é gratuito, se torna uma opção muito atrativa para as instituições privadas e principalmente as públicas.

Na semana passada, conheci mais um LMS chamado Inquisiq EX. O sistema parece ser muito bom, mas para os padrões brasileiros ele já começa em desvantagem, já que para utilizar a ferramenta é necessário comprar uma licença! Então nessa competição, o Moodle já começa em vantagem.

Mas tirando o fato de ser um sistema pago, a quantidade de recursos disponíveis é interessante se comparado a outros LMS. Entre os recursos que já acompanham o sistema nativamente podemos destacar:

  • Suporte ao padrão SCORM 1.3
  • Gera certificados para os alunos dos cursos
  • Cria relatórios em formato Excel
  • Sistema financeiro integrado, para receber pagamentos via PayPal ou Verisign PayFlowPro
  • Pode criar cursos abertos a todos os usuários e cursos restritos
  • Aceita registro automático dos usuários

Para as empresas e instituições de ensino, ainda existe a opção de contratar a solução hospedada pela própria ICS Learning Group, que é a desenvolvedora do Inquisiq EX. Para quem estiver pesquisando uma solução baseada em LMS, que seja diferente do Moodle essa pode ser uma alternativa.