Como fica o ambiente pessoal de aprendizagem sem o RSS?

A tecnologia conhecida por RSS nunca ganhou destaque entre a maioria dos usuários da internet. O motivo para essa falta de interesse é bem simples, para entender o que é o RSS a pessoa precisa abstrair um pouco e imaginar uma tecnologia que “envia” avisos sobre atualizações em web sites e serviços. Para fazer uso pleno do RSS é necessário um leitor desses arquivos gerados pelos mais variados sites, blogs, serviços e outros.

O serviço mais famoso entre os usuários do RSS é ou era o Google Reader, que está com data para encerrar os seus serviços em 1 de Julho de 2013. A razão para encerrar o serviço é a crescente queda no número de usuários e o foco nas chamadas mídias sociais como fonte de informações.

É realmente uma pena que o serviço esteja chegando ao fim, pois ele é um dos pilares do que considero o ambiente pessoal de aprendizagem ideal. O RSS tem papel importante dentro desse ambiente, pois ele é a forma mais fácil de filtrar e organizar diversas fontes de informação que formam o ambiente. Se você é usuário do Google Reader, pode ter certeza que não faltam alternativas para substituir o serviço e manter o seu ambiente pessoal de aprendizagem funcionando.

Agora é o momento de fazer testes e verificar qual das alternativas ao Google Reader melhor se enquadra ao contexto educacional. Seria o feedly? Old Reader? Farei os testes e ao longo das próximas semanas publico o resultado.

Mas, uma coisa você pode ter certeza, o RSS não morreu e ainda continua como a melhor alternativa para quem gostaria de montar e manter um ambiente pessoal de aprendizagem. Nesse ponto, as redes sociais ajudam pouco.

Leave a Reply