Sistema de apoio ao aprendizado a distância brasileiro pode ganhar apoio da Dataprev

Aqui no blog estou sempre falando e mencionando o uso do Moodle como ferramenta de apoio e gerenciamento de cursos a distância, o motivo é simples, utilizo esse sistema já faz muito tempo em vários cursos que projetei e ajudei a implementar. Fora isso, o Moodle é um sistema LMS consagrado no mundo todo! Várias universidades e instituições de ensino, sem falar de empresas, usam o Moodle como seu sistema principal de ensino. Inclusive o Moodle é usado pelo governo federal em vários projetos envolvendo EAD.

Hoje o foco desse artigo é uma possível sinalização de mudança por parte do governo federal, em adotar um sistema LMS nacional chamado Amadeus. Esse sistema é desenvolvido pelo centro de informática da UFPE e chamou a atenção da Dataprev, que fez uma visita ao centro para conhecer a avaliar o sistema. Você pode conferir o texto da notícia aqui.

Mas e o Amadeus? Qual o motivo de tanta atenção? Depois de fazer uma visita ao web site oficial do sistema, fica claro o interesse da Dataprev no Amadeus. O conceito de blended learning que ele apresenta é muito interessante, e está totalmente dentro do contexto tecnológico atual. Posso dizer até mais, esse conceito está muito a frente do que podemos oferecer em termos de tecnologia educacional no Brasil.

Ele funciona assim, o Amadeus disponibiliza de maneira nativa, integrados ao seu sistema a possibilidade de oferecer conteúdo educacional para desktops, celulares, PDA`s e futuramente até TV interativa. Tudo isso sem a necessidade de usar módulos ou plugins extras, como acontece no Moodle.

Isso é muito legal do ponto de vista tecnológico. Mas e o aluno? Posso dizer que esse conceito de blended learning está à frente da nossa realidade, em que nem todos os usuários e estudantes têm acesso a internet ou smartphones.

Antes que você vá correndo fazer testes com o Amadeus, ele ainda está em desenvolvimento e não deve ser usado em ambientes de produção. O sistema ainda está em Alpha, mas mostra muito potencial! Sendo software livre, pode trazer opções interessantes para concorrer com o Moodle.

Vou ficar de olho no Amadeus e acompanhar de perto o seu desenvolvimento, pois o sistema é muito promissor. Para saber mais sobre a técnica do Blended Learning e do projeto Amadeus, recomendo a leitura desse artigo científico que foi escrito por pessoal da própria UFPE, envolvidas no projeto.

E para saber ainda mais, como telas do sistema e exemplos do seu uso, faça o download desta apresentação em PowerPoint do projeto, disponível no web site da ABED.

2 Responses to “Sistema de apoio ao aprendizado a distância brasileiro pode ganhar apoio da Dataprev”

  1. O projeto Amadeus é bastante promissor sobretudo porque está envolvendo a participação massiva de pesquisadores na área. Ambos são excelentes LMS, com a vantagem do Amadeus ser 100% nacional!

  2. …muito legal saber que um projeto de tamanha importância e proporção parte da nossa UFPE, mais legal ainda termos uma opção de escolha diante do monopolizante moodle. Só tomara que aqueles profissionais da educação que são tão cristalizados em suas zonas de conforto se disponibilizem ao menos a conhecer a novidade.

Leave a Reply