O problema dos conteúdos para educação a distância

Parece que o problema da seleção de conteúdos para ambientes de educação a distância, é vivenciado por pessoas dos mais diferentes contextos e sociedades. Essa semana estava lendo alguns artigos relacionados com cursos a distância e encontrei um artigo, sobre a condenação de uma universidade americana, pelo uso indevido de conteúdo protegido por direitos autorais em ambientes de educação a distância. Isso é muito grave! Uma instituição que deveria educar acaba passando a impressão de quebrar a lei. O link para o artigo original é esse, acesse e confira na integra a matéria sobre o caso.

Erickson's Law Courts

Isso é culpa da instituição? Em parte sim, mas pelo que fica claro no texto, o delito foi cometido por funcionários da instituição que se apropriaram de material protegido por direitos autorais e distribuíram para os alunos.

Quando uma instituição começa a oferecer cursos a distância, eles percebem que precisam de textos e materiais para leitura. Lembre que educação a distância é sinônimo de auto-estudo! Portanto é necessária grande quantidade de material de apoio para os alunos, caso contrário a iniciativa pode fracassar. Algumas instituições de ensino ainda são relutantes em investir pesado no material de apoio, dizendo literalmente para que os seus professores tenham que “se virar” para conseguir material.

Acredito que esse tenha sido o caso na instituição.

Como resolver esse problema? Existem várias alternativas algumas delas não são bem vistas pelos professores, mas ajudam. Algumas empresas comercializam material pronto, para ambientes de EAD. Esse conteúdo pode até ser bom, mas usar material padronizado para aulas em instituições de ensino é péssimo para a metodologia e estima dos professores.

Todos os colegas professores com que já conversei sobre o uso desse tipo de material, me passaram o mesmo tipo de depoimento. Eles simplesmente detestaram o material e a seqüência de aprendizado.

Qual a melhor alternativa? Em minha opinião a melhor, seria o investimento na produção do material de apoio pelo corpo docente da instituição. Uma primeira análise pode mostrar que essa opção é custosa financeiramente, mas o retorno em termos de eficiência no aprendizado e satisfação dos professores é garantida!

Leave a Reply