Mais uma universidade migra para o Moodle

Não é novidade para ninguém, quando sou questionado sobre o melhor sistema LMS para uma instituição de ensino, a resposta é categórica; Moodle! Aqui no Brasil, esse ainda é um assunto polêmico, pois os chamados softwares livres, que são associados com ferramentas gratuitas não são bem vistos por instituições de ensino privadas. Elas ainda preferem pagar pequenas fortunas, para terceirizar o serviço com empresas que vendem um “pacotão”, com sistema LMS e uma suposta metodologia EAD. Mas, existe uma luz no fim desse túnel, pois existe um movimento muito forte, de universidades mundo afora migrando para sistemas abertos como o Moodle.

Sempre que sai uma notícia relacionada com isso, guardo para apresentar em futuros projetos de implantação, para apresentar como documentação de apoio.

Sharjah University City in the morning - "Uni-Stadt" in Sharjah am Morgen

Agora foi a vez da universidade da Louisiana, nos EUA. Eles estão em processo de migração para a plataforma Moodle, e segundo essa notícia veiculada no web site da universidade, eles estão sendo acompanhados de perto pela empresa responsável pelo último LMS da instituição, o difamado BlackBoard.

No artigo, o pessoal responsável pelo setor de tecnologia educacional, fala que eles ainda não estão 100% certos da migração, mas que as expectativas são muito promissoras.

Qual a maior vantagem em usar o Moodle? Não é a metodologia, segundo o artigo o pessoal da universidade está mais animado com a possibilidade de desenvolver as suas próprias ferramentas, com necessidades específicas da instituição de ensino. Eles já haviam solicitado a Blackboard o desenvolvimento de várias ferramentas específicas, mas sem nenhuma resposta. A natureza aberta do Moodle permite que a própria instituição de ensino faça as adaptações.

Mas e os custos? O valor que era pago em licença, agora é destinado à equipe de suporte, para a personalização e adaptação do Moodle!

Essa não é a primeira e nem será a última instituição de ensino a fazer essa migração, o caminho é inevitável. Será o fim dos sistemas LMS proprietários? Não sei dizer ao certo, mas com certeza essas empresas devem passar por profundas mudanças nos seus modelos de negócios, caso queiram continuar inseridas no mercado de tecnologia educacional.

Leave a Reply