Aprendizagem baseada na resolução de problemas e área de saúde

Desde que comecei a trabalha com educação a distância, tenho pesquisado muito sobre metodologias e métodos que aproveitem todo o potencial que a internet e os computadores, podem oferecer nessa modalidade de ensino. Sempre que encontro algum novo recurso ou documento, que possa auxiliar alguém nesse tipo de experiência, compartilho o endereço aqui no Blog. Hoje estou fazendo apenas uma afirmação, baseada nos textos e documentos que li nos últimos meses, sobre metodologias e técnicas de ensino. Cheguei à seguinte conclusão; os ambientes de educação a distância casam perfeitamente com ensino baseado na resolução de problemas.

Mais ainda, se a área do curso for a de saúde, essa metodologia é ainda mais importante. De todos os recursos que tenho encontrado recentemente, quase 80% do material é relacionado com a área de saúde. Seja para cursos de medicina, farmácia, biomedicina ou outros.

User Centered Design presentation process design on a whiteboard

Estava lendo um texto hoje, que infelizmente não posso compartilhar, pois é um artigo em texto mesmo (impresso), em que era feito um ensaio sobre essa metodologia. Nele o autor fazia menção ao desenvolvimento de estratégias de aprendizagem baseada na resolução de problemas, que resultam inevitavelmente no desenvolvimento do auto-estudo por parte dos alunos! Ora, se auto-estudo é a síntese da educação a distância, encontrei o foco dos meus próximos trabalhos.

Com isso o foco dos meus estudos está bem definido. Apesar de ter adquirido alguns livros sobre e-learning recentemente, preciso encontrar espaço para desenvolver algum tipo de metodologia própria para o aprendizado, usando essas metodologias.

Os textos que encontrei ao longo do tempo, já me passam uma boa idéia da metodologia e dos recursos necessários para elaborar uma aula eficiente. Quer seguir o mesmo raciocínio? Fiz uma pequena lista de características e ações importantes, para que esse tipo de iniciativa funcione em aulas a distância:

  • Boa parte do tempo deve ser dedicada a criação de um cenário, para apresentar o problema envolvido;
  • O cenário deve proporcionar algumas dicas, para que os alunos possam pesquisar materiais e aprender ao longo do processo investigativo;
  • Parte do aprendizado deve ser realizado por meio de debates, em que preferencialmente os alunos devem debater entre eles e não com o professor;
  • O professor deve planejar o cenário, de maneira que os recursos necessários para a resolução e debate do problema sejam apresentados no mesmo tempo, em que aconteceriam em ambientes reais.

Bem, isso é apenas uma lista resumida. Acredito que com o tempo e algumas experiências, posso criar uma metodologia própria para a elaboração desse tipo de cenário.

Quem sabe até compilar isso em um livro? Já estou no meu segundo livro publicado e ainda não encontrei nada que aborde esse assunto, em língua portuguesa e até mesmo em inglês.

One Response to “Aprendizagem baseada na resolução de problemas e área de saúde”

  1. Maria das Graças Cabral on October 7th, 2008 at 10:37 am

    Resido em Governador Valadares-MG e sou professora universitária (curso Odontologia) e gostaria de saber se existe algum curso de PBL ( a distância ou na minha região ). Tenho muito interesse em aplicar o método com meus alunos, pois conclui recentemente um mestrado em Ciência da Educação e meu tema foi Motivação Profissional onde trabalhei com Paulo Freire e Vygotsky que tem tudo a ver com problematização.Achei pertinentes as colocações do artigo
    Grata
    Maria das Graças

Leave a Reply