Pré-requisitos para atividades no Moodle 2.0?

Que o Moodle é um ótimo LMS, isso é fato. Mas é sempre possível melhorar algo que já é bom. Pensando nisso é que alguns desenvolvedores do Moodle estão planejando uma ferramenta que fará a alegria, dos professores e gestores de cursos a distância que usam a ferramenta como apoio. Essa novidade consiste em um sistema de pré-requisitos para seguir nos cursos. O que é um pré-requisito? Quem trabalha com design de cursos sabe que um pré-requisito é uma condição especial, necessária para progredir em um curso. Por exemplo, um aluno que não é aprovado em uma disciplina, que é pré-requisito para outras em períodos seguintes, fica impedido de progredir no curso.

Algumas instituições de ensino não usam mais pré-requisitos para não prejudicar os alunos, mas o sistema faz sentido. Mas como isso se aplica ao Moodle?

O que está sendo planejado para o Moodle é o seguinte, os professores e gestores dos cursos pela internet, podem determinar algumas condições para que o aluno possa progredir no curso. Por exemplo, para visualizar um questionário de avaliação é necessário que o aluno abra um determinado número de textos, podendo inclusive precisar ficar nos textos por um período específico de tempo.

Isso evita que o aluno acesse áreas do curso, em que o professor gostaria que ele visitasse apenas quando o conteúdo estivesse totalmente assimilado. Outro ponto importante para a gestão de cursos, com os pré-requisitos os professores podem evitar que os alunos tentem realizar as tarefas de avaliação, sem que tenham lido ou consultado um mínimo de material.

Ainda é cedo para dizer quando esse tipo de recurso estará disponível, mas alguns administradores de sistemas Moodle já estão usando versões modificadas, com uma simulação dos pré-requisitos. Você pode saber mais sobre o assunto, nesses dois links:

  • Lista de recursos para o Moodle 2.0
  • Discussão sobre pré-requisitos nos fóruns do Moodle

Esse é um exemplo do controle disponível, nas versões modificadas do Moodle, com o sistema de pré-requisitos:

Claro que é tudo muito experimental e problemas de instabilidade e compatibilidade existem, por isso se você quiser testar, tenha em mente que não é recomendável usar essa versão experimental em cursos ainda, use apenas para teste. Se você é professor, mas não tem experiência com servidores e sistemas como o Moodle, não se preocupe.

O importante agora é saber que a ferramenta de pré-requisitos estará provavelmente no Moodle 2.0, que junto com os projetos do SoC 2008 mostram que o futuro do Moodle ainda pode reservar gratas surpresas, para educadores que procuram ferramentas eficientes para ensinar com o apoio da internet!

One Response to “Pré-requisitos para atividades no Moodle 2.0?”

  1. O moodle é bom realmente, mas como outros sistemas do tipo OPEN ele possui muitog bugs e produz relatorios/adm de usuarios de forma confusa e ruim, na minha opinião. Na emrpesa que trabalho testamos uns 12 maiores avas/lmss do mercado, e considero o Webensino (agora Datasuiul) o mais completo e melhor. Mas.. é pago.

Leave a Reply