Síncrono ou Assíncrono?

Estava conversando com um colega professor sobre metodologias para o ensino a distância. Quando tocamos no assunto; ensino síncrono ou assíncrono? Percebemos que a grande maioria dos professores e até mesmo alunos, dos cursos a distância não conhecem essa denominação. Como estou sempre falando sobre ensino a distância aqui, resolvi descrever ambos os métodos, sempre fazendo uma comparação das vantagens e desvantagens de cada um.

Para começar é importante dizer que ambos têm suas qualidades e tudo vai depender do escopo do projeto de EAD, assim como a capacidade e disponibilidade para investir na metodologia.

  • Síncrono: Esse tipo de ensino tem a interação em tempo real de um professor ou tutor. Os alunos assistem às aulas via satélite ou então por [BP]videoconferência[/BP]. Para quem não conhece esse pode até parecer um método mais vantajoso, mas os investimentos necessários para implementar a infra-estruturar são enormes, sem falar na logística necessária para preparar os meios de comunicação. Com esse método o ensino a distância fica menos “distante”, mas o custo pode subir.
  • Assíncrono: Aqui temos a categoria mais tradicional do ensino a distância, em que os alunos precisam realizar o auto-estudo. Com a metodologia assíncrona, o conteúdo é adquirido com leitura e consulta a materiais sem a intervenção em tempo real, de um professor ou de outro mediador. O custo de infra-estrutura para esse método é infinitamente menor, mas a produção do material precisa ser impecável.

Compreendeu a diferença? Ambos os métodos são amplamente utilizados em cursos a distância. Qual o melhor? Como já havia dito ambos podem ser eficientes, se bem aplicados e otimizados com o material e recursos, adequados a cada ambiente.

Educação a distância - Estúdio de TV

Se a sua instituição de ensino ou empresa planeja lançar alguma iniciativa, voltada para a educação a distância, recomendo começar com o método assíncrono.

Para quem não tem experiência, esse método oferece a facilidade de necessitar de um bom material e de acompanhamento apenas.

Para a metodologia síncrona, além do material seria necessário um interlocutor ou ator para ministrar as aulas, seja via TV, videoconferência ou outra tecnologia qualquer. Esse tipo de profissional não é fácil de encontrar ou formar.

3 Responses to “Síncrono ou Assíncrono?”

  1. lUCIANE G.B.BIANCHINI on September 14th, 2008 at 9:42 pm

    A definição utilizada sobre o ensino síncrono e assíncrono foi muito claro e objetivo. Desta forma o aluno pode entender as várias possibilidades de entrar em contato com o material produzido no ensino em EAD e a partir disto então escolher o que melhor se adequa as suas necessidades.

  2. Estou maravilhada, com meus novos conhecimentos os quais já os “dominava” mas com nemenclaturas diferentes. Apesar de válido o EaD assincrono, é um pouco desmotivadsor, acredito que no espaço de tempo em que vivemos, fica quase deslocado. Já o síncrono é o que realmente é aplicado em nossas salas de aula, onde o tutor é peça fundamental no processo.

  3. Gostei da explanação. O conceito de síncrono e assíncrono é mais amplo do que sua aplicação na ead mas esse post conseguiu limitar bem o domínio, parabéns!

Leave a Reply