Informática na educação: Quadro interativo

Como parte do trabalho de qualquer pessoa que trabalha com educação e tecnologia, procurar novos recursos e ferramentas para melhorar a qualidade dinâmica do ensino é comum no meu cotidiano. Desde que conheci as chamadas Smart Boards, estou convencido que esse é o futuro das ferramentas de ensino presenciais. Pelo menos para o modelo de aula em que o professor está falando, na frente de um quadro.

Mas o que é uma Smart Board? Esse equipamento nada mais é do que um projeto mais interativo, que inclusive aceita que o professor ou palestrante escreva na sua superfície com uma caneta especial. Então imagine a cena, você está fazendo uma apresentação ou ministrando aulas, usando uma apresentação em PowerPoint. Para alguns assuntos, você gostaria de destacar tópicos ou fazer anotações no quadro. Pois com uma Smart Board isso é possível, tudo de maneira eletrônica.

Bem, acho que um vídeo ilustra melhor o conceito:

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=Rq78l3JaI00[/youtube]

Repare que a professora está interagindo com o dedo, nos elementos da apresentação. A mão funciona como o cursor do mouse. Assim professores e palestrantes têm controle total, sobre a apresentação.

Eu sempre achei que uma Smart Board seria o máximo em tecnologia, para substituir um quadro negro. Deixando um pouco de lado a tecnologia Surface da Microsoft que ainda é um protótipo. Uma empresa na Alemanha já oferece uma versão melhorada da Smart Board, que pode até resolver cálculos matemáticos para os professores.

Isso mesmo, com ela o professor pode digitar fórmulas no quadro e pedir que o software resolva a equação. Depois tudo pode ser salvo no formato PDF e enviado para o e-mail dos alunos! Esqueça os blocos de anotação! Com uma Smart Board, podemos até salvar o layout do quadro, mas resolver equações é a primeira vez que vejo.

Para ilustrar melhor a tecnologia, assista a esse vídeo de demonstração:

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=yWGsstpgwVE[/youtube]

Legal não é? Se você quiser saber mais sobre esse tipo de tecnologia, visite o web site da empresa, chamada e-chalk. Segundo as informações existentes lá, o sistema pode usar slides e softwares especiais, carregados diretamente de um disco rígido ou pela internet. Existe até a possibilidade de acompanha a aula a distância pela internet. Esse sistema sim parece ser revolucionário.

Quanto custa esse tipo de equipamento? Bem, como uma Smart Board não sai por menos de 10.000 reais, esse tipo de ferramenta deve custar “um pouco mais” que isso.

2 Responses to “Informática na educação: Quadro interativo”

  1. Informática na educação: Quadro interativo…

    Um quadro interativo pode ajudar no processo de educação? Conheça essa nova tecnologia que promete melhorar em muito, as aulas e palestras….

  2. Oi Allan!

    Sou novissima no meio de Tecnologia da Educação, por isso, sorry se estiver falando bobagem. Mas, como os quadros interativos sao semelhantes ao velho retroprojetor de lâminas…é claro q este nao faz contas, mas o seu uso, em uma aula presencial no estilo de educação tradicional, tem nele como um legitimo representante…e o custo é bem menor…o que está em jogo, acredito nao ser tanto a tecnologia, mas sim, o conceito de interatividade…não é??

Leave a Reply