O problema dos ambientes pessoais de aprendizagem

Já faz alguns dias que escrevi sobre um novo conceito na educação a distância, muito utilizado pelos americanos chamado de ambiente pessoal de aprendizagem. Na última semana, a Michele Martin escreveu uma série de artigos muito interessantes sobre o assunto. Dos blogs que leio diariamente, ela é quem publica os melhores artigos sobre os ambientes pessoais de aprendizagem. Mas o meu comentário lá, não foi para enaltecer os textos dela, mas sim para apontar um grave problema, nesses ambientes. Eles são pessoais demais, acarretando em alguns casos a problemas de foco no estudo.

Para exemplificar melhor, vou citar o exemplo da construção de um ambiente pessoal da aprendizagem. Para construir esse tipo de ambiente, você deve reunir todas as informações importantes e necessárias, para aprender alguma coisa. Por exemplo, ao estudar direito, você deve procurar por agregadores de notícias RSS, wikis e blogs que falem sobre esse assunto. Podem ser até mesmo fóruns.

Ambiente Pessoal de Aprendizagem

Tudo isso vai criar uma atmosfera em que você estará recebendo constantemente informações sobre esse assunto. O problema é que a facilidade com que encontramos esse tipo de material na internet hoje em dia acaba abrindo o leque para que no ambiente pessoal de aprendizagem, entre também o blog sobre fofocas, jogos, cinema e outros.

Assim temos um ambiente que acaba ficando pessoal demais e perde o foco, gerando um conflito na pessoa e uma evidente perda de produtividade.

Por isso é que vejo a necessidade de criar ambientes pessoais de aprendizagem segmentados. Por exemplo, você tem um hobby? Gosta de se informar sobre um determinado assunto? O que acha que criar um agregador de notícias só sobre ele?

De maneira separada, crie o ambiente pessoal de aprendizagem para os seus assuntos acadêmicos e profissionais. Um agregador de notícias para cada um? Acompanhe os blogs apenas em horários pré-determinados ou em locais específicos. Isso vai trazer um aumento da sua eficiência e refletirá diretamente no seu aprendizado.

Esse é um caso claro em que a mesma tecnologia que ajuda, às vezes também pode atrapalhar. E você? Já criou o seu ambiente pessoal de aprendizagem?

Leave a Reply