O fim do e-mail?

Pois é, pode até parecer estranho o título desse artigo, mas é exatamente isso que você está lendo, o e-mail pode estar com os dias contados. Talvez ele não venha a desaparecer em um futuro próximo, mas cada vez menos pessoas devem utilizar o e-mail como seu principal meio de comunicação. Principalmente em ambientes corporativos, em que cada vez mais o trabalho em equipes virtuais é uma constante. Isso se deve a vários motivos, mas o principalmente por uma característica do e-mail, ele é péssimo em termos de compartilhamento de informação. Vamos os problemas dos e-mails:

  • O temeroso SPAM
  • As mensagens de e-mail são “confidenciais”, sendo acessíveis apenas pelo proprietário da conta
  • Falta de integração com [BP:215]redes sociais[/BP]
  • Coordenar qualquer tipo de ação coletiva com e-mails é um caos

Esses são apenas alguns dos problemas que estão fazendo o e-mail perder cada vez mais espaço para os mensageiros instantâneos, redes sociais e outras ferramentas que facilitam a coordenação e o trabalho em equipe. Isso pode ser percebido no comportamento das pessoas mais jovens, que estão começando a utilizar a internet agora. A grande maioria prefere entrar em contato com uma pessoa, utilizando o sistema interno de uma rede social ou um mensageiro instantâneo do que com e-mails.

Existem mesmo benefícios em abandonar os e-mails? Abandonar totalmente não, mas para algumas tarefas nós já poderíamos deixar de utilizá-lo e partir para outras opções. Veja algumas situações em que o uso do e-mail está diminuindo:

  • Comunicação pessoal
  • Coordenação de equipes virtuais
  • Acompanhar notícias
  • Receber atualizações de sites

Como você pode perceber, as tecnologias mais recentes permitem deixar a utilização do e-mail mais restrita. O e-mail ainda será muito utilizado em ambientes corporativos e acadêmicos, devido ao seu perfil mais formal de comunicação. Antes que você já comece a ficar com aquela sensação de nostalgia, lembre que provavelmente o e-mail não vai desaparecer. Apenas usaremos menos que de costume.

Leave a Reply