Segurança da informação e o medo dos Blogs

Na edição desse mês da revista INFO, foi publicada uma matéria muito interessante sobre o uso de ferramentas colaborativas nas empresas, e como isso está ajudando essas empresas a produzir mais e melhorar a comunicação com funcionários e clientes. Mas uma estatística exibida no artigo me chamou a atenção para um problema ainda muito comum, quando o assunto é internet e comunicação nas empresas, que é a perda de informação.

Na matéria existe uma informação em destaque, mostrando que 48,3% dos executivos não sabem se perderam informação confidencial pela Web. Isso me fez lembrar uma situação em que tentei sugerir a utilização de um blog para uma empresa, mas a idéia foi descartada pela gerência, pelo medo de que alguma informação confidencial pudesse se perder ou então que os problemas da empresa fossem divulgados externamente.

Isso é decorrência do medo que algumas corporações e pequenas empresas têm em relação ao uso da tecnologia. Vislumbrando apenas as “possíveis perdas”, que uma gestão errada desses recursos pode acarretar para a empresa. Pois uma gestão bem feita desses recursos pode trazer inúmeros benefícios para a comunicação interna e externa da corporação.

Mas as informações publicadas nesse tipo de sistema devem ser revisadas e bem trabalhadas, sempre com o foco em comunicar assuntos relevantes para o público do Blog, seja ele interno ou externo. Por exemplo, o Blog pode comunicar uma notícia sobre um fato relevante na empresa, para que os funcionários comentem o fato e façam sugestões para resolver o problema ou melhorar uma situação, relatada no texto do artigo. O ponto chave aqui é a colaboração, que não seria possível via e-mail, já que as mensagens ficariam privadas e não seriam possível colher informações e começar uma saudável discussão.

Esse medo que as empresas ainda têm de utilizar essas tecnologias, só se justifica pela falta de conhecimento do assunto, como foi o meu caso. Hoje a empresa concentra a sua comunicação interna e externa, com e-mails. Nenhuma informação é perdida, mas às vezes ela também não é entregue a quem deveria receber.

Leave a Reply